Este artigo não tem a pretensão de ser a única verdade, e sim orientar na escolha, não só de um curso de hipnose, mas em qualquer tipo de curso.

1.       Saiba exatamente o que o leva a fazer um curso.

Quais seus objetivos. É curiosidade e quer aprender? É para uso profissional ou pessoal? É para conhecimentos gerais? Quer que seja mais teórico do que prático? Etc…

Isto vai nortear sua escolha.

Se você ainda não teve contato com a hipnose, procure cursos que te iniciem à prática e a teoria. Ainda assim se desejar este curso para alguma coisa específica como tratamento de fobias, regressão, emagrecimento, e outros, verifique se em seu conteúdo você irá aprender também as induções e as estratégias.

Se for para uso profissional, o que mais importa a você é a certificação por uma instituição que o seu conselho recomenda? O conhecimento possível de ser utilizado em consultório? Ou você tem outras necessidades?

2.       Escute e Pesquise

Procure assistir vídeos, ler depoimentos, conversar com o facilitador/professor e se possível com alguém que tenha feito o curso. Saiba como foi o aproveitamento e se está alinhado com as suas necessidades e requisitos. O marketing por vezes nos faz ter escolhas equivocadas, então escute a opinião de quem já fez.

3.       Analise o custo/benefício

Nesta etapa você já terá em mente alguns cursos que mais te interessam.  Se você já tem contato com a hipnose e quer se aprofundar, aumentar seus conhecimentos, então vá em frente. Pode buscar algo mais específico ou não. Neste caso o preço pouco importa. Adeque o investimento ao seu orçamento.

Se ao contrário você ainda busca o contato com diversas visões e quer aprender para se sentir mais seguro e até mesmo trocar experiências, busque algo mais acessível, porém que tenha valor agregado.

Outra alternativa, é buscar conhecimentos em vídeos e na internet. Existem excelentes materiais disponíveis e o investimento pode ser zero ou muito baixo. Verifique somente a veracidade e fidedignidade das informações e de quem as está publicando.

4.       Procure por valor não por preço.

Lembre-se, nem sempre o mais caro é o melhor, e vice-versa.

5.       Teoria e Prática na medida certa

Dê preferencia a cursos que estimulem mais a prática do que a teoria, principalmente no início de seus estudos. Que tenham a teoria na medida certa. Ficar horas e horas falando sobre os principais nomes, história, e outras coisas que podemos encontrar na literatura e na internet, pode nos fazer perder um tempo precioso. Por isto, eu afirmo, teoria na medida certa, e complementando com dicas para estudo como: bibliografia, sites, materiais complementares, etc.

Aprendi nas obras de Richard Bandler uma coisa que chamou a atenção. Você aprendeu antes a falar ou estudou gramática? Você estudou antes a teoria para depois praticar? Como seria se tivéssemos de ter que aprender primeiro a gramatica? Estaríamos falando hoje?

Realmente acredito que isto pode ser aplicado a quase tudo na vida, não tudo, mas a muitas coisas. Então aprender a teórica sob medida e incluir muita prática torna mais possível a sua utilização no dia a dia, pela simples agregação pelo inconsciente.

6.       Depois de fazer um curso, não pare por aí

É um erro pensarmos que um curso possa nos dar conhecimento suficiente.  Faça com facilitadores diferentes, eles tem experiências diferentes a compartilhar, formas diferentes de ensinar. Um curso complementa o outro e reforça os mesmos aprendizados. Lembre-se, também aprendemos por repetição.

Se não tiver possibilidades de fazer cursos estude, leia livros, assista a vídeos, atualize-se.

7.       Atualize-se no mesmo curso

Quando puder faça uma reciclagem do mesmo curso com o mesmo instrutor. Verá que será diferente. Terá experiências diferentes. Por vezes novo conteúdo são inseridos. É como assistir um filme ou ler um livro pela segunda vez. Coisas que passaram desapercebidas agora se tornam mais claras. Experiências não vivenciadas enriquecem nosso conhecimento, e por aí vai.

E agora é só seguir em frente. Espero que eu possa ter contribuído de alguma forma para que você possa livremente fazer suas escolhas em qualquer curso que deseje fazer, independente se é ou não de hipnose.

Caso tenha algo para enriquecer este artigo, envie um comentário para que possamos publicá-lo.

Sempre à disposição,

Murillo Cucatto

× Como posso te ajudar?